Category Essa é terapia!

Webinveja

Que atire a primeira pedra quem nunca, jamais, sentiu nenhuma pontinha de inveja ao descer a timeline do facebook e encontrar aquela foto do fulano no paraíso ou então daquela sua amiga das antigas postando o quanto ela está feliz morando em NYC. Eu sou louca por blogs e hoje fiz mais uma daquelas descobertas […]

Stop thinking, stop feeling, let it flow…

Eu não acreditava em insights e mantras pessoais até encontrar o meu! Parabéns 2011, você foi o ano especial que me trouxe meu mantra, meu pensamento tranquilizante! Explicando melhor: eu sou uma pessoa racional (demais) e revoltadinha (demais tbm) e sempre acabo me sentindo mal com as minhas explosões sem justificativa. Um dia, sem mais […]

A vida como ela NÃO é!

By (the awsome) Michel Lent at Webinsider “Uma certa coisa vinha me incomodando recentemente. Rodeado de Flickrs, Facebooks e depois Instagrams, me batia uma certa angústia depois de ficar passeando um tanto pelas vidas dos meu social friends. Eu ali, olhando aquilo tudo e me sentindo meio estranho, talvez até meio deprê. Esse contato bacana […]

As vezes dá um medo do futuro…

Que toda escolha é uma renúncia eu já sei… o que acaba dando um medo danado é não saber as consequências das suas escolhas…          

Sozinha… e feliz!

As vezes eu esqueço como eu gosto da minha companhia! Sério! Sem vergonha de admitir que eu sozinha sou mais sincera, mais tranquila, mais sem neuras. Ir no cinema sozinha ver aquele filme que nem seu namorado nem suas amigas vão querer ver, seja pq vc decidiu ir daqui 5 minutos, seja pq o filme […]

To neurótica!

Todas as pessoas, em especial as mulheres, tem o direito de ficarem neuróticas com alguma coisa. Seja com o nariz, com a cidade onde mora, com a organização da prateleira, com os filhos… qualquer coisa que seja. Eu estou neurótica com o mundo não sustentável que vivemos. Com a falta de planejamento da humanidade. Com […]

Eu acredito…

…por isso, não ache que a sua vida está ruim, que seus obstáculos são maiores ou mais difíceis que os dos outros, porque as pessoas tem que passar pelo que elas tem que passar.